Aumentar texto Diminuir texto Reiniciar texto

Percurso urbano por Corcubiom

am Marcos de Corcubiom de noite

Corcubiom é um concelho que está composto por duas freguesias: Sam Marcos e Redonda.

Sam Marcos é a zona urbana e a mais povoada por acolher a capital municipal. Neste roteiro imos percorrer esta freguesia.

Partimos da praça de Castelao. Esta é a praça principal de Corcubiom, ao lado do passeio marítimo e com um pequeno palmeiral.

Mirando ao mar e cruzando a estrada AC-442, temos diante o miradoiro de Dom Benigno Lago.

Desde esse miradoiro podemos avançar à esquerda polo passeio marítimo. Passeando por ele podemos ver umha série de edificaçons burguesas muito relevantes, algumhas delas com uns pátios floridos muito formosos. Também veremos o miradoiro de Dom Ramom Pais desde onde contemplar umha boa panorámica da vila.

Caminhando polo passeio também podemos admirar a beleza da enseada e a ria de Corcubiom.

Avançamos polo passeio até chegarmos ao edifício do Hotel El Hórreo e o letreiro a indicar que começa Cee (a vila vizinha de Corcubiom). Ao lado desse letreiro que indica a separaçom entre as duas vilas, há umha costa empinada à esquerda. Antes da costa podemos ver um marco quilométrico do caminho de Santiago.

Subimos por essa costa e passamos polo cruzeiro de Baldomar até chegarmos à parte posterior do Hotel El Hórreo. Ali também encontraremos um dos muitos hórreos que existem em Corcubiom.

Corcubiom desde a Alameda

Um pouquinho mais acima chegamos à zona da Alameda desde onde podemos contemplar umha formosa vista da vila, com a sua disposiçom em anfiteatro sobre a enseada, e do porto à ria presidida ao longe polo monte do Pindo.

Nesse momento temos que tomar umha das duas ruas que aparecem. Seguimos pola da direita, que segue para cima.

Passamos entom por umha rua estreita (Salvador Alhende) que serpenteia até chegarmos ao campo de Santo António. Depois imos desviar-nos para conhecer melhor Corcubiom.

No Campo de Santo Antóniotopamos com a capela de Santo António (século XII) e um cruzeiro do mesmo nome.

Depois baixamos por umha rua estreita e empinada que baixa cara ao sul e ao centro da vila. Esta é a rua Perigos e merece a pena pola sua singularidade e algumha das casas que há nela.

Baixamos até o final desta rua e desembocamos na rua de Rafael Juan e continuamos até a de António Porrua. Ambas faziam parte da velha rua Real onde se encontram bons exemplos de vivendas tradicionais corcubionesas.

Nesta rua podemos contemplar várias casas brasonadas (casa Castreje ou o paço dos Dios e Posse) e a Capela do Pilar.

Avançando entre casas singulares voltamos à praça de Castelao. Por esta parte pola que chegamos podemos ver a Casa Minhons, outro edifício singular desta vila marinheira. Diante está umha das fontes pú“blicas que ainda existem em Corcubiom, a fonte dos Quatro Canos.

Ao lado desse palmeiral, à direita, nascem várias ruas muito pequenas que chegam até a casa do Concelho, o edifício José Carrera. Perante este edificio está o mercado municipal de Corcubiom.

Desde a praça do concelho podemos conhecer a parte "traseira" de Corcubiom, muito rica em rincóms cantos quando menos particulares. Recomendamos ao visitante que se perda um pouco por esta zona, tendo sempre como referência a praça de Castelao, facilmente reconhecível.

Partimos outra vez da praça de Castelao. Temos ainda grande parte do núcleo urbano de Corcubiom por visitar. Olhando ao sul há 3 ruas que partem da praça.

A mais achegada ao mar é a rua Sam Marcos. Nela, encontramos á esquerda o Paço dos Condes de Altamira, propriedade e morada dos antigos senhores de Corcubiom e desde onde se tinha jurisdiçom sobre mais de 20 freguesias. Esta jurisdiçom era umha mistura de julgado e concelho actual com atribuiçom na arrecadaçom de impostos e nas levas de soldados.

Avançando por essa rua podemos admirar outras casas relevantes e chegamos até a praça Pároco Francisco Sanches, onde se encontra a igreja paroquial de Sam Marcos de Corcubiom. Ademais da igreja, podemos admirar umha das praças mais formosas da vila.

Continuamos pola rua que sobe, a das Mercês. No meio da rua diante dumha pracinha pequena com um cruzeiro, pode-se admirar umha das casas brasonadas que tem Corcubiom, a chamada Casa dos Teixeira.

Continuando chegamos ao Campo do Rolho, praça recolhida ideal para descansar ou brincarem os nenos. Voltamos a recomendar aos visitantes que se perdam um pouco polas ruas desta parte de Corcubiom e descubram os cantinhos singulares que se podem topar. Desde o Campo do Rolho continuando um pouco cara o sul está situado o antigo paço dos Traba antigos senhores de Corcubiom.

Desde aqui voltamos sobre os nossos passos ao Campo do Rolho e descemos em direcçom norte. A primeira casa à esquerda é o edifício do antiguo julgado do partido. Continuando à esquerda chegamos praça Médico Carrera, onde se encontra a única padaria de Corcubiom (padaria Corcubiom), a Casa de Sendóm de sóbria fachada presidida por um brasom e algum outro exemplo interessante de casa tradicional.

Nasas de Corcubiom

Desde aqui por umha pequena ruela baixamos outra vez à Praça de Castelao.

A pouca distáncia está o porto de Corcubiom, onde se encontra o edifício do antigo cárcere do partido. No porto podem ver-se as chalanas e botes, as nassas e o resto de aparelhos de pesca que utilizam os marinheiros da vila. Aqui está situada a lota e o edifício do clube náutico.

Do porto sai um passeio marítimo que vai ao pé do mar em direcçom sul. Este agradável passeio avança até chegar à praia de Quenxe. Desde ali pode voltar-se polo mesmo passeio ou seguindo a estrada em direcçom norte.

E assim, voltaremos à praça de Castelao, princípio e fim do nosso percurso urbano de Corcubiom.

II Plano de Igualdade
Perfil de Contratação
Regulamento de uso do idioma galego
Biblioteca Autárquica
Rádio Neria
Sede Electrónica Administraçâo Eletrónica - Trâmites
Boletim
Introduz o teu e-mail: